5 erros que para evitar ao criar campanhas no Google Ads

pexels-photo-927566

O Google Ads é um braço do seu marketing digital, portanto, sua execução deve ser a mais eficiente possível. No entanto, a pressa e a inexperiência podem ser determinantes para que empresas percam tempo e dinheiro com a plataforma.

Erros, muitas vezes básicos, podem arruinar suas metas e seu planejamento. Porém, como identificá-los?

Não há como definir de uma vez quais erros seu marketing digital está sujeito a cometer. Afinal, a indústria de anúncios é uma engrenagem colossal. Ao todo, calcula-se que em 2020 a soma de gastos com campanhas seja de US$ 605 bilhões. Só no ambiente digital, nos Estados Unidos, estima-se que os investimentos serão de US$ 110 bilhões.

Todo esse montante resulta em incontáveis estratégias, anúncios e ações de marketing. Na área digital, onde formatos não são propriamente um tabu, as alternativas são infinitas.

No entanto, para ser bem-sucedido com ferramentas como o Google Ads, apenas criatividade não basta. Nem mesmo apenas investimento. Na verdade, é preciso entender a plataforma e suas possibilidades.

A gestão do Google Ads da sua empresa deve ser encarada como uma grande responsabilidade: afinal, em muitos casos, o capital investido é considerável.

No entanto, como saber se o seu marketing digital está utilizando corretamente o Google Ads? Quais são os erros mais comuns no uso dessa ferramenta tão valiosa? Conheça mais sobre o assunto para garantir uma operação eficiente em sua empresa!

Quer acertar no Google Ads? Evite os seguintes erros

O Google Ads é uma plataforma repleta de recursos para quem busca anunciar na internet. De vídeos a anúncios na página de resultado de pesquisa, é possível fazer de tudo. Até por isso, é muito fácil errar a mão.

E isso ninguém quer, certo?

Para que seu marketing digital acerte na criação, o primeiro passo é saber escrever bons anúncios. Eles são o rosto (ainda mais se combinados com imagem ou vídeo) da sua campanha. Devem ser objetivos, persuasivos e criativos o suficiente para atrair o clique.

Agora, quanto à plataforma, vale redobrar a atenção para os seguintes pontos.

1# Errar na hora de pesquisar palavras-chaves

As palavras-chaves selecionadas por você para uso em uma campanha devem ser meticulosas. Afinal, é por meio delas que sua persona busca sobre seu produto, serviço ou nicho.

Ou seja, sua campanha deve focar sempre no termo “preferido” da persona.

Por isso, a pesquisa de palavras-chaves deve ser muito bem feita. Recomendamos o uso de ferramentas ágeis para isso, como o Ubersuggest e o Google Keyword Planner.

2# Não aproveitar o potencial da segmentação de público

Um dos trunfos do Google Ads é a possibilidade do usuário delimitar o alcance da campanha. Isso é ruim? Claro que não! Afinal, você vai definir uma segmentação específica de pessoas que mais se aproximem do seu perfil de consumidor.

Assim, seus anúncios custarão menos e seu potencial de conversão só aumenta.

No entanto, é necessário saber utilizar esse recurso. Explore as possibilidades dos filtros e componha segmentações que se adequem às suas personas, definindo questões como:

  • informações demográficas;
  • palavras-chave;
  • remarketing;
  • público semelhante.

3# Visar apenas o fundo de funil com seus anúncios

Não considere que todos que vão ver seu anúncios estão prontos para fechar negócio — o momento considerado como “fundo de funil”.

Na verdade, muitos desses usuários podem nem saber que possuem um problema (topo de funil); ou mesmo estarem apenas se aprofundando no assunto antes de buscar soluções (meio de funil).

Diversifique seus anúncios no Google Ads com anúncios para atrair pessoas em todas as etapas do funil.

4# Não realizar a mensuração de resultados

Um dos benefícios do ecossistema de ferramentas do Google é a possibilidade de mergulhar em uma infinidade de dados!

Ao ler corretamente todas as métricas sobre suas campanhas, você entenderá melhor sobre seus acertos, erros e oportunidades de melhoria.

A mensuração de resultados, apoiada em uma base analítica, te ajuda a entender a direção dos anúncios e se sua empresa irá atingir os objetivos definidos. Para isso, é preciso entender quais as suas metas (Vendas, CTR, Visitas, etc) e se aprofundar na leitura dos dados do Google Ads!

5# Pecar na hora de definir o planejamento estratégico

Apesar de ser uma plataforma muito inteligente, o Google Ads não é à prova de maus planejamentos.

Brincadeiras à parte, o planejamento estratégico das suas campanhas deve ser uma das prioridades do setor de marketing digital. As metas e objetivos devem estar claras para toda a equipe. O investimento deve ser transparente, assim como as métricas necessárias a se atingir.

Assim, em situações onde há a necessidade de mudar alguns anúncios, eles saberão como recorrer e qual direção tomar.

E então, entender como utilizar o Google Ads da forma correta? Esperamos que sim!

Se estiver buscando máxima eficiência na construção de suas campanhas, que tal contar com o auxílio de uma agência especializada em mídias pagas? Fale conosco agora mesmo!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *