Taxa de Rejeição: o que é e como lidar com ela

analytics

Fique por dentro de tudo sobre a Taxa de Rejeição e saiba como ela pode ser determinante para o sucesso das suas campanhas.

A Taxa de Rejeição é aquele termo que assusta qualquer um que esteja começando a ter contato com o Web Analytics. Ela é uma das principais métricas disponíveis e costuma ser alvo de bastante preocupação e dúvidas.

Mas você sabe dizer o que é e como funciona a Taxa de Rejeição?

Neste texto nós explicaremos tudinho o que você precisa saber sobre ela e como fazer com que ela não se torne uma grande dor de cabeça. Confira!

O que é Taxa de Rejeição?

Taxa de Rejeição ou Bounce Rate é a porcentagem de visitantes que acessam um site e saem sem acessar novas páginas ou interagir com seu conteúdo, acionando apenas uma visualização de página.

Basicamente, essa taxa é atribuída a visitantes que entraram no seu site por uma landing page e, por algum motivo, saíram por essa mesma página, sem realizar qualquer ação dentro do mesmo.

Essa saída pode ocorrer de diversas formas:

  • os usuários fecharam a página/aba;
  • clicaram no botão “Voltar” no navegador;
  • foram em um link para um outro site ou,
  • simplesmente ficaram inativos tempo suficiente (aproximadamente 30 minutos, de acordo com o Google Analytics).

Toda vez que isso acontece, é contabilizada uma rejeição. Consequentemente, quanto maior o seu número, pior o engajamento dos visitantes.

Não confunda: Taxa de Rejeição x Taxa de Saída

É muito comum que as pessoas confundam a Taxa de Rejeição com a Taxa de Saída. Mas é preciso entender que elas possuem significados e impactos diferentes.

A Taxa de Rejeição só acontece quando uma pessoa acessa apenas uma página do site.

A Taxa de Saída, por sua vez, é uma métrica para mostrar quantas pessoas estão abandonando o site a partir de determinada página, independentemente dessa ser, ou não, a primeira página visitada do site.

Qual é o número “aceitável” para a Taxa de Rejeição?

Essa é uma resposta que pode variar muito. O valor de uma taxa de rejeição ser alto ou baixo depende de diversos fatores, como, por exemplo, mercado de atuação, objetivo do site, objetivo da página, etc.

Mas, existem alguns números médios de acordo com o tipo de site. Confira os valores geralmente encontrados nos principais mercados:

• Varejo – 20 a 40%

• Landing pages simples – 70 a 90%

• Portais (exemplo: MSN, G1) – 10 a 30%

• Sites de serviço/FAQ – 10 a 30%

• Venda de serviços (geração de leads) – 30 a 50%

• Sites de conteúdo – 40 a 60%

• Blogs – 70 a 98%

Fonte: QuickSprout

Por que é importante dar atenção à ela?

A Taxa de Rejeição pode ser indicador de alguns problemas pontuais determinantes do desempenho das suas campanhas.

Independente do objetivo de cada uma delas – download de um material, um pedido de orçamento, uma assinatura de newsletter ou mesmo uma compra no caso de e-commerce – seria necessário pelo menos um clique dentro do seu site para desempenhá-las, certo?

Sendo assim, se a Taxa de Rejeição está alta, o site não conseguiu conduzir o visitante ao objetivo.

Tendo isso em vista, realizando o acompanhamento bem feito da Taxa de Rejeição sua empresa consegue obter informações importantes sobre a eficácia dos calls to action e da mensagem, por exemplo.

Depois, poderá pensar em otimizações e planos de melhoria para reduzir a rejeição e possivelmente aumentar a conversão.

Entendeu direitinho como funciona a Taxa de Rejeição e como é importante ficar de olho nela? Se ainda tiver dúvidas ou precisar de uma mãozinha para analisar e melhorar as métricas do seu site, entre em contato!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *